Translate

quinta-feira, agosto 02, 2012

CHEGAMOS...

Um dia feliz, saudado pela Banda de Música do Exército Brasileiro: começa a solenidade de inauguração da Casa de Apoio do Instituto do Câncer “Joel Magalhães” – IJOMA. 
 http://bmail.uol.com.br/attachment?msg_id=MjcyMjU&ctype=DSC_6299.JPG&disposition=inline&folder=INBOX&attsize=233553
A execução do Hino Nacional nunca me pareceu exortação maior às minhas obrigações para com o meu país.
Mais adiante a banda executou a Canção do Amapá: “Eia! Povo destemido
Deste rincão brasileiro, seja sempre o teu grito partido, de leal coração altaneiro. Salve! Rico torrão do Amapá, solo fértil de imensos tesouros, os teus filhos alegres confiam, num futuro repleto de louros... Se o momento chegar algum dia. De morrer pelo nosso Brasil. hão de ver deste povo à porfia, Pelejar neste céu cor de anil”.
Cantamos com fervor, todos nós presentes. Para registro histórico menciono aqui os que fizemos parte da mesa das autoridades: Pe. Paulo –Diretor/Presidente do Ijoma; Deputado Junior Favacho – Presidente da Assembléia Legislativa; Dr. Jaime Nunes – Empresário; Pe. Castrezzi – representando o Bispo Diocesano; Pe. Aldenor – Pároco; O Promotor de Justiça; César Bernardo(eu) – Embaixador do Ijoma.  

O Dr. Genésio chega para participar da cerimônia, amapaense que é, doente que está. É um dos nossos braços fortes.

Padre Paulo é só felicidade e emoção, especialmente quando tem diante de si alguém que luta contra o câncer. Nessa foto destaque é para a companheira que ostenta lenço na cabeça: está em quimioterapia.
 Padre Paulo discursa o discurso de sua vida: a messe é grande, necessita-se de operários.
 
A Imprensa mais uma vez nos apoiou com tolerância, com calma, esperança, doação.
O empresariado amapaense não nos faltou nem na hora da festa, eis aí uma primeira lista da sua generosidade para com o Ijoma. Muito obrigado!
Clic na foto para ler a lista de empresas apoiadoras do Ijoma
Uma pausasinha para descanso.... na enfermaria: Pe. Paulo ladeado por mim e pelo Sr. José Luiz.
 O Sr. José Luiz é um "leão". Viajava enorme distancia para chegar a Macapá,
no mesmo dia receber a quimoterapia e voltar... está vencendo. 
Por causa dele ratifiquei minha decisão de me doar ao Ijoma.
Mas, é preciso sorrir... pelo dia de hoje.

É bendito o cansaço que Padre Paulo demonstra aqui. Ainda ontem não tínhamos 
todo o dinheiro para completar a obra,  isso o levou à exaustão. 
Daqui a pouco ele vai celebrar a Missa. Me disse que homenageou a memória de sua irmã
 vitimada por câncer. Todos somos muito gratos a ele


 

4 comentários:

Vaneza Nascimento disse...

Finalmente! A concretização de um sonho muito idealizado e preciso para o os Amapaenses!

Vaneza Nascimento disse...

Finalmente! a Inauguração do IJOMA foi a concretização de um sonho muito idealizado e preciso pela sociedade amapaense!

Vaneza Nascimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tadeu Pelaes disse...

Somente os audaciosos para o bem agem de forma positiva objetivando um bem tão necessário para uma sociedade carente especificamente como é o caso do IJOMA, que através de pessoas altamente comprometidas e vendo o que é justo para o Amapá, exempleficam que quando se quer fazer nada é difícil.

O Padre Paulo Roberto está de parabéns, juntamente com o mártir de tudo isso, que para mim, é o César Bernardo, que alavancou o projeto, tendo evidentemente o reconhecimento de parte abencoado, tenho certeza, de alguns empresários do Amapá.

VIVA O IJOMA!
VIVA OS AUTORES DA IDÉIA!
VIVA OS QUE CONTINUAM AJUDANDO!