Translate

terça-feira, outubro 30, 2012

FLORES DE NATAL



Belo dia o de hoje. Radiante quando Consola mostrou-me as primeiras flores do ipê que plantamos em 2010. As sementes, coletei-as no campus principal da Universidade Federal do Pará. Foi quando lá estivemos na cerimônia de certificação da pós graduação do Fernando. 
 
Aqui em casa, no jardim, fiz mais de trinta mudas. Seis delas plantei-as no quintal, já são árvores de mais ou menos 4 metros de altura – todas as outras dei como presente a amigos e parentes. Alegra-me que, pelo jeito, todas estarão floradas no natal. É muito grande compensação!
Por outro lado (sempre tem o outro lado), em mesmo momento que fotografava ouvi um barulho diferente dentro do tanque de peixes.
Logo constatei o fato: este camaleão pescador, 
esse peixe “pescado”, mais esse camaleão disfarçado ou se disfarçando até o próximo bote.... no meu cardume.
Mas, uma coisa puxa outra. Olhando aquele camaleão caçador de peixes dentro do tanque me veio a idéia que faltava: eu poderia construir uma pequena ilha no tanque e nela voltar a criar algumas galinhas para ovos e alguns frangos para corte, provavelmente defesos dos malditos ratos que frustraram todas as tentativas anteriores de ter uma “granjinha” em casa.
Vou tentar, em questão de dias o projeto estará pronto.    

2 comentários:

Nathália Uchôa disse...

Adoro seus escritos e este foi animado! Beijos, tio!

Maria Alice disse...

Passando por aqui, para visualizar este cantinho lindo e usufruir de seus escritos, que são ótimos!
Grande abraço.
Maria Alice (de Estrela Dalva)